domingo, 30 de maio de 2010

Justificando a ausência e uma cozinha arrumadinha!!!

                         
                Antes de enviar o post anterior tinha ficado um tempão longe do blog , por preguiça de escrever e também porque tinha ficado janeiro e fevereiro em Gramado fazendo shows divertidíssimos. Depois quando voltei a São Paulo, já em março, tinha acabado de me mudar pra um outro apartamento e estava quase tudo de pernas pro ar. Arrumação demooooora. Meu fogão querido estava de folga, porque estava sem uma mangueira de cobre pro gás, porque agora ela encosta atrás do fogão, então a comum não serve (derrete!). Foi uma saga encontrar a tal mangueira, mas deu certo. E além disso estava (ainda estou) lavando louça no tanque... Tortura! Depois do fogão em ordem com sua "magueiritcha" me deu um surto culinário afinal, fiquei quase cinco meses sem assar um bolo!) e fiz montes de doces de uma vez. Até alguns que não tiveram a chance de ser fotografados.

Nesta semana não haverá post de gostosuras, a cozinha passará por uma cirurgia plástica e receberá armários novinhos em folha para guardar todos os montes de apetrechos culinários que amo colecionar, por motivos óbvios! He, he!

Então, na outra semana prometo fazer um doce delicioso e se a empolgação deixar um belo prato salgado - que ainda vou escolher - para inaugurar a nova cozinha! Posto tudo com as respectivas receitas.

Boa semana!!!

domingo, 23 de maio de 2010

Post triplamente doce!

Este blog ficou tanto tempo abandonado que achei por bem voltar aqui com post dulcíssimo e triplo!

Na semana passada foi aniversário do sogrinho e sabendo de antemão que ele ama bolo de fubá resolvi fazer a receita da Patrícia Scapin, que tem um blog ótimo e com receitas idem (para a mesma ocasião adaptei também esta receita aqui - minha foto ficou tosca, mas também fez o maior sucesso, por isso o post triplo). Sempre dão super certo, claro, porque ela já teve o trabalho de testar e tem a generosidade de postar tudo nos mínimos detalhes, além de ter fotos sempre lindas (eu chego lá!). Bom, seguindo o bom exemplo da Patrícia, vou postar aqui a adaptação que fiz pro bolo de doce de leite e toda a receita do bolo de pêras, o bolo de fubá podem ver aqui e aproveitar para sapear todo o blog que ótimo (já disse isso???).

Vamos lá:


Bolo de Doce de Leite da Patrícia à minha moda

Bolo:
4 ovos (temperatura ambiente)
125g de açúcar (peneirado)
125g de farinha de trigo (peneirada)
50g demanteiga sem sal derretida e fria
1 col. sopa de essência de baunilha
50g nozes picadas grosseiramente

Calda para umedecer o bolo:
1 xícara de água
1 colheres de sopa de açúcar
1 pedacinho de pau de canela
1 cravo da índia

Recheio e Cobertura:
480ml de creme de leite fresco
1 xícara de doce de leite cremoso
Usei mais duas colheres de sopa de doce de leite (derretidinho no micrroondas e quase frio, mas ainda molinho) para marmorizar só a cobertura. O recheio fica bem suave.


Pré-aqueça o forno a 180ºC, prepare duas assadeiras de 20cm de diâmetro forrando o fundo com papel manteiga e untando toda a assadeira (as duas!) com manteiga e enfarinhando.

Bolo: Em uma panelinha coloque os ovos e o açúcar. Misture bem (usei um batedor - fuet - com aros de silicone), leve ao fogo baixo batendo sem parar até atingir uma temperatura de mais ou menos 35°C. Desligue o fogo e leve esta mistura à batedeira até ficar cremoso, claro e dobrar de volume. Adicione a essência e bata mais um pouquinho. Desligue a batedeira e misture levemente metade da farinha com uma espátula ou colher de pau, sempre de baixo para cima. Quando incorporar, misture o restante da farinha e as nozes. Aí misture muito levemente a meanteiga. Divida nas duas assadeiras. Vai parecer pouco, mas fica bacana. Não cresce horrores, mas fica fofo. Leva mais ou menos 30 minutos para assar, convém fazer o teste do palito.

Calda: Ferva tudo numa panelinha, até ficar com cara de chá, bem perfumado, reserve.

Recheio e cobertura (copiadinho ipsis literis do site da Patrícia):

Coloque o creme de leite fresco no freezer por 4 minutos.
Numa tigela bem grande resfriada e com batedores também resfriados, misture o creme de leite e o doce de leite. Bata em velocidade baixa para dissolver o doce de leite. Aumente para velocidade média-alta e bata até obter a consistência de chantilly (picos duros).

Montagem (tb copiado do Technicolor, mas com pequenas variações): coloque um dos bolos num prato ou suporte com o lado liso para cima. Pincele com a calda para umedecê-lo por igual. Cubra com cerca de 1 xícara do creme de doce de leite, espalhando bem, mas deixando um centímetro de beirada sem recheio. Pincele o outro bolo com a calda e sobreponha o bolo já recheado. Cubra o topo e as laterais do bolo com o creme de doce de leite restante. Fiz linhas sem forma com o dece de leite molinho e com a ponta de uma espátula fui fazendo pequenas espirais, misturando o creme clarinho com o doce mais escuro, assim vai ficando marmorizado.

Minha foto ficou tosca, mas o bolo ficou ótimo! Não sobrou nadinha!




Bolo de Pêras
(adaptado daqui)

Cobertura:
6 pêras
2 colher de sopa de manteiga sem sal
1/2 xícara de chá de açúcar
1 colher de chá de canela

Massa:
100 g de margarina (usei manteiga sem sal)
300 g de açúcar (peneirados)
3 ovos (em temperatura ambiente)
1 colher de café de essência de baunilha (coloquei uma de sopa)
230 g de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento (coloquei uma de sopa)
1/2 xícara de chá de leite (usei a mesma medida de coalhada)
manteiga para untar
farinha para polvilhar


Pré-aqueça o forno a 190º. Descasque as pêras ecorte em quatro partes. Leve ao fogo médio até caramelizar, com a manteiga e o açúcar. Deixar cozinhar até ficar dourado.
Unta-se uma forma redonda de 24cm de diâmetro com manteiga e forra-se com papel manteiga (faça uma aba um pouquinho mais alta com o papel manteiga, para não correr o risco da massa  transbordar da forma).

Depois de caramelizadas, despeje as pêras na forma preparada e reserve.

Só agora comece a preparar  a massa.

Bata a margarina com o açúcar e acrescente os ovos um a um, em seguida a baunilha, diminua a velocidade da batedeira para o mínimo e junte o leite. Misture a  farinha e o fermento com uma espátula, sempre de baixo para cima.Despeje na forma, por cima das pêras.
Leve ao forno por cerca de 40 minutos. Desenforme ainda quente e decora-se com cerejas e figos cristalizados.

Eu não tinha figos nem cerejas, mas acho que nem precisava! Também nem ia dar tempo! HAHAHA! Marido e eu comemos logo depois que tirei a foto.